08:58 21 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil enfrenta COVID-19 (101)
    0 10
    Nos siga no

    O Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (25) que vai liberar mais de R$ 600 milhões para estados e municípios reforçarem o plano de contingência para o enfrentamento da COVID-19.

    O recurso vai poder ser usado em abertura de novos leitos, custeio de leitos já existentes ou em ações de assistência aos estados e municípios.

    "Nós vamos repassar R$ 600 milhões aos municípios de acordo com a pactuação local. Cada estado vai fazer hoje a sua divisão, de como vai fazer a alocação dos recursos e informar amanhã ao Ministério da Saúde, dentro das orientações que nós demos, quais são os municípios onde terão atendimento de maior complexidade. A partir disso, a gente repassa o recurso para que os municípios utilizem da melhor forma possível no que houver necessidade”, disse o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, citado em nota pela própria pasta.

    Segundo o ministro, os recursos serão divididos proporcionalmente ao número de habitantes de cada estado. São, no mínimo, R$ 2 e, no máximo, R$ 5 por habitante.

    "É importantíssimo que façamos bom uso do sistema de saúde, por isso é preciso prevenir aquelas doenças que concorrem com leitos de CTI. A vacina contra a influenza é um instrumento para isso, principalmente para os idosos, já que os vírus das influenzas, como H1N1, levam tanto quanto ou até mais pessoas para os serviços de CTI no Brasil", explicou Mandetta.

    Na semana passada, o Ministério da Saúde já havia destinado R$ 432 milhões para auxiliar os estados e municípios no enfrentamento da pandemia.

    "Qualquer pessoa resfriada, gripada: evite o contato com outras pessoas. Mantenha a higiene das mãos para que a gente possa ter uma somatória de ações que nos dê equilíbrio para podermos atravessar esse momento de muito estresse para as pessoas e para o sistema de saúde", concluiu Mandetta.

    Tema:
    Brasil enfrenta COVID-19 (101)

    Mais:

    'Tragédia': ministro da Saúde propõe adiar eleições municipais de outubro
    'Travamento do país é péssimo para a saúde', diz Mandetta
    Brasil tem 2.433 casos da COVID-19 e 57 mortes, diz Ministério da Saúde
    Tags:
    verba, Ministério da Saúde, Brasil, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar