15:49 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    3612
    Nos siga no

    Dados do Ministério da Cidadania do pagamento do Bolsa Família referente ao mês de março mostram corte de 158.452 benefícios.

    Segundo publicou o site UOL, do total de cortes, 96.861 foram na região Nordeste, totalizando 61,1% dos cortes. A região teve apenas 3% dos ingressantes no programa em janeiro.

    Esse é o menor número de beneficiários do governo do presidente Jair Bolsonaro, e o menor desde maio de 2017, quando houve um corte de 543 mil pessoas do programa, o maior corte da história do programa.

    A reportagem do UOL aponta que o Ministério da Cidadania justificou a redução afirmando que ela aconteceu pois 330 mil beneficiários deixaram o programa após se emanciparam financeiramente.

    Na segunda-feira (16), o governo anunciou um reforço financeiro ao programa para a inclusão de 1,2 milhão de famílias que estão na fila de espera do programa. A medida faz parte de um pacote de combate à crise econômica causada pelo novo coronavírus.

    No Brasil, há 621 casos da COVID-19 confirmados e 8 mortes. Apenas 3 estados não registram casos do novo coronavírus no país. Nesta sexta-feira (20), o Senado aprovou um decreto de estado de calamidade pública no Brasil para permitir gastos além da meta fiscal. O decreto entre em vigor a partir da publicação no Diário Oficial da União (DOU).

    Mais:

    Pacote de Paulo Guedes contra crise econômica é insuficiente, dizem economistas
    Em sessão virtual, Senado aprova decreto de 'calamidade pública' no Brasil
    Número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil sobe para 8
    Tags:
    novo coronavírus, COVID-19, Bolsa Família, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar