06:33 24 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    220
    Nos siga no

    O governo brasileiro decidiu na noite desta quinta-feira adotar uma restrição de 30 dias para a entrada de passageiros estrangeiros de diversos países que venham para o país em voos internacionais. A medida vale a partir da próxima segunda-feira.

    A portaria do Planalto se dá em razão do avanço do novo coronavírus e lista uma série de países, incluindo nações como China, Japão, Coreia do Sul, Malásia, Austrália, Islândia, Noruega, Suíça, Reino Unido, Irlanda do Norte e os 27 países membros da União Europeia.

    Ela já foi publicada no Diário Oficial da União e reproduzida pelo G1.

    Ainda de acordo com a medida – assinada pelos ministros Walter Souza Braga Netto (Casa Civil), Sergio Moro (Justiça), Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura) e Luiz Henrique Mandetta (Saúde) –, ela não vale para brasileiros nascidos ou naturalizados nem a imigrantes com autorização de residência.

    A decisão sobre os voos internacionais acontece horas após o Brasil ter decidido fechar as suas fronteiras com países vizinhos na América do Sul. A validade do fechamento é de 15 dias e não afeta o trânsito de brasileiros para esses países.

    Mais:

    Coronavírus e Paulo Guedes podem levar Brasil à recessão em 2020?
    Argentina anuncia quarentena obrigatória para conter o coronavírus
    China não registra novos casos do coronavírus pelo 2º dia, mas infecções de fora preocupam
    Tags:
    fronteiras, saúde, novo coronavírus, restrição aérea, estrangeiros, voos, Europa, União Europeia, Austrália, China, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar