06:38 10 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    260
    Nos siga no

    Depois de uma semana turbulenta no mercado financeiro, a Sputnik Brasil ouviu o economista chefe do Banco Modalmais sobre as perspectivas do país diante da crise do coronavírus e da queda dos preços do petróleo.

    O economista chefe do Banco Modalmais, Alvaro Bandeira, em entrevista à Sputnik Brasil, observou que desde que se acelerou a expansão do coronavírus a Bovespa utilizou a interrupção na bolsa de valores, o chamado "circuit breaker", cinco vezes, e "possivelmente ainda vamos ter algumas outras, porque o quadro continua de grande tensão".

    "As projeções são de encolhimento do crescimento global, já se fala em crescimentos muito baixos, principalmente no segundo trimestre deste ano, quando se espera o efeito mais acentuado do coronavírus sobre as principais economias", destacou.

    De acordo com Alvaro Bandeira, "é de se prever que o ano de 2020 será muito difícil como um todo".

    "A expectativa é de que seja um vírus transitório, em 3 ou 4 meses o impacto já esteja bem menor, inclusive com a criação de remédios para o combate ao coronavírus. E aí sim, no segundo semestre, poderia se pensar em uma retomada da economia global", afirmou.

    "No Brasil a gente tem muito pouco espaço para fazer medidas de cunho fiscal, já que a gente trabalha com déficit primário grande, mas nessas épocas é até provável que aumente a projeção de déficit primário para poder encaixar algum estímulo para as empresas, principalmente no setor de serviços", acrescentou o economista.

    Ao comentar a queda nos preços do petróleo, o especialista disse que isto afeta a Petrobras e o pagamento de royalties para os governos estaduais.

    "O Rio de Janeiro, por exemplo, contava com estes recursos para tentar levantar as finanças do estado e fica mais complicado porque vão receber bem menos royalties com o barril de petróleo cotado já na faixa de 28-30 dólares", completou o especialista.

    Mais:

    Ministério da Saúde confirma: Brasil tem 234 casos do novo coronavírus
    Coronavírus: governo vai injetar R$ 150 bilhões na economia, anuncia Guedes
    Congresso cancela sessões após 2 casos de coronavírus confirmados na Casa
    Tags:
    petróleo, economia, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar