07:00 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    12255
    Nos siga no

    Após ser demitido do governo, o ex-ministro de Bolsonaro, falecido no último sábado (14), escreveu uma carta ao presidente com reflexões e críticas.

    O texto traz em si críticas aos filhos do presidente, em especial a Carlos Bolsonaro.

    "O senhor cultiva e alimenta teorias de conspiração, intrigas e ódio, e ensinou seus filhos a fazerem o mesmo", escreveu Bebianno na carta publicada pelo jornal O Globo.

    Bebianno, que teve participação na campanha presidencial de Jair Bolsonaro, também afirmou que a vitória nas eleições "só deu certo porque fiz, acima de tudo, com AMOR – amor que intensamente desenvolvi por você. Amor hétero, como costumávamos brincar", escreveu o ex-secretário-geral da Presidência.

    Crítica aos filhos

    Pelo texto, é possível ver o tom crítico adotado por Bebianno contra os filhos do presidente.

    "Carlos precisa de ajuda e só o senhor tem esse poder [...] Ele é consumido pelo ódio 24 h por dia, independente do que esteja acontecendo no mundo real", afirmou.

    O suposto estado emocional do filho do presidente também foi descrito ainda no seguinte trecho:

    "A despeito do que, de fato, esteja acontecendo no mundo real, por melhores que possam ser as circunstâncias, Carlos continua odiando e sofrendo."

    Contudo, Bebianno afirmou que o filho do presidente não teria culpa por suposto fato.

    Sobre Bolsonaro

    Ainda segundo a mídia, Bebianno afirmou crer que o presidente é um "homem bom e justo", ao passo que "só o amor tem o poder de salvar o Brasil e livrá-lo das influências negativas que o prejudicam".

    O ex-ministro, falecido de um infarto fulminante em seu sítio em Teresópolis no sábado (14), pediu perdão ao chefe de Estado "pelos seus maus sentimentos", e afirmou "desejar que o governo dê certo".

    Mais:

    Bolsonaro diz que governo não irá interferir em política de preços da Petrobras
    Cancelamento de voos internacionais no Brasil devido ao coronavírus pode chegar a 70%, diz ministro
    Turbulência nos mercados: dólar abre em forte alta no Brasil, bolsas caem no mundo
    Tags:
    eleições, Brasil, governo, Gustavo Bebianno, Carlos Bolsonaro, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar