04:09 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    5131
    Nos siga no

    Um diplomata e um senador que integraram a comitiva do presidente Jair Bolsonaro nos Estados Unidos testaram positivo para o novo coronavírus, poucos dias após o secretário de Comunicação Fábio Wajngarten também ter contraído a enfermidade.

    Na noite desta sexta-feira, o embaixador Nestor Forster, indicado para ser o representante brasileiro em Washington, testou positivo, de acordo com informações publicadas pelo G1. Ele seguirá em quarentena por mais duas semanas.

    Forster esteve em um jantar com o presidente dos EUA, Donald Trump, em Mar-a-Lago, na Flórida, assim como Wajngarten, o primeiro da comitiva a ser diagnosticado.

    Quem também esteve no grupo de Bolsonaro foi o senador Nelsinho Trad (PSD-MS), que minutos antes da notícia envolvendo o embaixador ser divulgada também confirmou o diagnóstico positivo.

    O presidente Jair Bolsonaro vai realizar um segundo exame para detecção do novo coronavírus, segundo o Ministério da Saúde, horas após ter divulgado que um primeiro exame feito por ele deu negativo.

    Mais:

    Trump declara estado de emergência nos EUA devido ao novo coronavírus
    Coronavírus não deve parar Congresso, mas reformas terão dificuldade, diz analista
    Manifestações contra Bolsonaro são canceladas devido à COVID-19
    Tags:
    infecção, saúde, novo coronavírus, Donald Trump, Jair Bolsonaro, Estados Unidos, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar