09:07 13 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    Mais um corpo foi encontrado e subiu para 27 o número de mortos na Baixada Santista, no litoral de São Paulo, devido às fortes chuvas que caíram na região entre segunda-feira (2) e terça-feira (3).

    A Defesa Civil informou nesta quinta-feira (5) que 22 pessoas seguem desaparecidas, segundo publicado pelo portal G1. 

    A maioria das mortes (22) aconteceu em Guarujá. Entre as vítimas estão dois bombeiros que trabalhavam no resgate de deslizamento em uma comunidade da cidade, um bebê de 10 meses e um idoso de 86 anos que foi engolido por uma cratera de três metros que se formou no asilo onde morava. 

    Em Santos, houve três mortes, e em São Vicente, duas. 

    O número de desabrigados é de 406 pessoas, que estão em abrigos cedidos pelas prefeituras.  A tempestade provocou alagamentos, afetou serviços públicos e causou deslizamentos.

    Decretado estado de calamidade no Guarujá

    Segundo dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), choveu 320 mm em Guarujá, valor acima da média de 263 mm prevista para março. Em Santos, choveu 239 mm, perto da média de 257 mm, enquanto em em São Vicente foram registrados 207 mm de chuva, abaixo da média de 257 mm prevista para o mês todo.

    O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), foi até Santos na terça-feira e anunciou que o programa aluguel social será disponibilizado para as pessoas desalojadas. Ele confirmou estado de calamidade pública no Guarujá e de emergência em Santos e São Vicente. 

    Os Bombeiros continuam realizando a busca por corpos de pessoas soterradas, com ajuda de voluntários. 

    As chuvas do início da semana também atingiram o Rio de Janeiro, derrubando casas e provocando a morte de cinco pessoas.

    Mais:

    Falta de planejamento urbano é um dos culpados por resultado das chuvas em MG e ES, diz especialista
    Brasil pode evitar 'desastre urbano' em meio à piora das chuvas e mudança do clima?
    Alerta científico: mudança climática está secando rio que fornece água para milhões nos EUA
    Temporal deixa 2 mortos no Rio de Janeiro
    Analista da WWF: Brasil poderia influenciar outros países na questão ambiental
    Tags:
    São Paulo, litoral, Santos, bombeiros, mortos, tempestade, temporal, clima, chuva
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar