19:04 06 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    3121
    Nos siga no

    A Unidos do Viradouro é a escola campeã do Grupo Especial do carnaval do Rio de Janeiro em 2020.

    A escola levou à avenida um desfile que exaltou as mulheres negras de Salvador. O enredo "Viradouro de alma lavada" falou sobre o grupo das Ganhadeiras de Itapuã, quinta geração de mulheres que lavavam roupa na Lagoa do Abaeté e faziam outros serviços para comprar a alforria de mulheres negras escravizadas.

    Esta é a segunda vez que a escola de Niterói leva o título de campeã do Grupo Especial.

    • Carro Alegórico da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      Carro Alegórico da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      © Sputnik / Rogério Silva Pinto
    • Ala da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      Ala da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      © Sputnik / Rogério Silva Pinto
    • Passista da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      Passista da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      © Sputnik / Cris Gomes
    • Passista da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      Passista da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      © Sputnik / Cris Gomes
    • Ala da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      Ala da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      © Sputnik / Paula Magalhães
    • Carro alegórico da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      Carro alegórico da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.
      © Sputnik / Paula Magalhães
    1 / 6
    © Sputnik / Rogério Silva Pinto
    Carro Alegórico da Viradouro durante desfile do Grupo Especial no carnaval de 2020.

    Um dos destaques que a Viradouro trouxe para a Marquês de Sapucaí foi a apresentação da comissão de frente, que contou com a atleta da seleção brasileira de nado sincronizado Anna Giulia, vestida de sereia, que mergulhava por até um minuto em um aquário com 7 mil litros de água mineral, representando a Lagoa do Abaeté.

    O enredo mostrou as atividades que as Ganhadeiras exerciam e as exaltou como "primeiras feministas do Brasil", pela sua luta por liberdade.

    O grupo de encerramento se chamava "Lute como uma mulher!", e colocou mulheres negras ligadas à luta feminista na avenida.

    Neste ano, a disputa foi acirrada até o fim da apuração. A Viradouro fez 269,6 pontos, o mesmo que a Grande Rio, mas venceu nos critérios de desempate. A Beija-Flor ficou em terceiro, com 269,4 pontos.

    Estácio e União da Ilha foram rebaixados e disputarão a Série A em 2021.

    Imperatriz Leopoldinense vence Série A e voltará para a elite do carnaval carioca

    A Imperatriz Leopoldinense se sagrou campeã da Série A do carnaval 2020 do Rio de Janeiro. A escola tirou 10 em todas as notas de todos os quesitos. Rocinha e Renascer foram rebaixadas.

    A Imperatriz desfilou pela Marquês de Sapucaí homenageando o compositor Lamartine Babo.

    Mais:

    Bolsonaro critica Mangueira, que trouxe imagens de Jesus negro, gay, mulher e vítima da polícia
    Os grandes momentos do 1º dia do Grupo Especial na Sapucaí
    Jesus negro, pobre e alvo da polícia é destaque na Sapucaí
    Assim foi o 2º dia de desfiles do Grupo Especial na Sapucaí
    Equilíbrio e crítica social marcam 2ª noite de desfile do Grupo Especial na Sapucaí
    Tags:
    Unidos do Viradouro, escola de samba, escola de samba, Carnaval
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar