07:54 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Por
    19147
    Nos siga no

    Bolsonaristas estão com protesto marcado para 15 de março e, para chamar atenção, lançaram hashtag de apoio ao presidente do Brasil. Do outro lado, quem desapoia Bolsonaro está se reunindo em outra hashtag de pedido de impeachment.

    Nem mesmo o Carnaval foi capaz de acalmar os bolsonaristas e antibolsonaristas, que estão marcando presença no Twitter com hashtags de apoio e desapoio ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

    De um lado, se encontram os bolsonaristas, que criaram a hashtag #EuApoioBolsonaro, em uma tentativa de chamar a atenção dos simpatizantes ao protesto marcado para 15 de março e para criticar uma informação recém-publicada sobre envio de vídeo por Bolsonaro no WhatsApp contra Congresso. Já havia mais de 55 mil tweets no momento da publicação desta matéria, colocando a hashtag no primeiro lugar dos assuntos mais comentados no Twitter nesta quarta-feira (26).

    Já em sexto lugar, se encontra #ImpeachmentDeBolsonaro, dos antibolsonaristas que desaprovam a política implementada no Brasil de hoje em dia. Com mais de 23 mil tweets, o pedido de impeachment ganhou força com ajuda de um ex-bolsonarista, o músico Lobão.

    ​O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) acredita que impeachment de Bolsonaro é a "única opção para o Brasil voltar à democracia".

    ​O professor de filosofia Gustavo Castañon acredita que este é o momento de pedir impeachment.

    ​"Retroescavadeire-se" no pedido de impeachment de Jair Bolsonaro.

    ​Internauta quer dar uma dica, aliás, quatro.

    ​Bem, o recado foi dado pelo próprio presidente.

    ​Do outro lado e com mais tweets, os bolsonaristas estão ganhando força e tentando juntar mais e mais simpatizantes para o protesto de 15 de março.

    O internauta Henrique, que se intitula "contra o comunismo, o socialismo, o esquerdismo e o politicamente correto", acredita que Bolsonaro esteja lutando "contra um sistema de corrupção", e usou o Twitter para demonstrar apoio ao presidente na reeleição de 2026.

    ​Bolsonarista acredita que "a esquerda" não tem motivo nem apoio popular para que o impeachment de Jair Bolsonaro aconteça.

    ​Em alusão à revelação de possível vídeo "patriótico" enviado pelo próprio Bolsonaro pelo WhatsApp contra o Congresso e a favor do protesto de 15 de março, internauta criticou "alguns jornalistas" por terem revelado, demonstrando total apoio ao presidente do Brasil.

    ​E o "leão" Bolsonaro surgiu de novo.

    Mais:

    Impeachment de Bolsonaro será discutido, diz deputado
    Pedido de 'impeachment urgente' contra Bolsonaro está no topo do Twitter
    Ato bolsonarista no Rio pede Deltan na PGR e impeachment de presidente do STF
    Tags:
    Jair Bolsonaro, impeachment
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar