11:36 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    223
    Nos siga no

    Na noite desta quarta-feira (19), a Federação Única dos Petroleiros (FUP) anunciou que a categoria está estudando a suspensão temporária da greve. O assunto será tratado em assembleias marcadas para esta quinta-feira (20).

    A greve reúne milhares de funcionários da Petrobras em diversos estados do país e vinha crescendo desde seu início, em 1º de fevereiro.

    Com a suspensão temporária da greve, a categoria poderá participar da mediação com a Petrobras proposta por Ives Gandra Martins, ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), conforme nota publicada pela FUP. A reunião está marcada para a sexta-feira (21).

    Na terça-feira (18), o ministro divulgou um despacho em que propôs uma reunião entre a Petrobras e a FUP. A proposta, porém, incluiu a condição de suspensão da greve. A indicação dos petroleiros para a reunião será divulgada ainda nesta quinta-feira (20).

    Com 19 dias de duração, a greve reúne 21 mil trabalhadores de 13 estados e já é a maior desde 1995. O protesto teve início após a demissão de 396 empregados diretos e 600 indiretos na Araucária Nitrogenados (Ansa), no Paraná.

    A fábrica de fertilizantes da Petrobras teve fechamento anunciado em janeiro deste ano. Os funcionários, no entanto, alegam que o acordo que exigia negociação prévia com os sindicatos não foi cumprido. Já a empresa afirma que a negociação foi feita com um sindicato local.

    Mais:

    Petroleiros completam 1 semana em greve e marcam protesto em frente à sede da Petrobras
    Presidente do STF mantém decisão: 90% dos petroleiros devem trabalhar durante greve
    Petroleiros decidem manter greve e devem recorrer de decisão do TST
    Tags:
    Paraná, Ives Gandra Martins, Tribunal Superior do Trabalho, Federação Única dos Petroleiros (FUP), Petrobras
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar