19:51 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Ministério Público Federal entrou com ação para suspender nomeação de Ricardo Lopes Dias, que atuou como missionário na Amazônia, para coordenadoria-geral de Índios Isolados e Recém Contatados da Funai.

    Entidades de defesa dos direitos indígenas consideram que ele poderia adotar medidas para interferir na cultura desses povos. 

    A nomeação do missionário para a Fundação Nacional do Índio foi confirmada na semana passada. 

    O MPF sustentou "nítido conflito de interesses e incompatibilidade técnica" para justificar a suspensão da nomeação. Para o Ministério Púlico, a indicação é "ilegal". 

    Antes dele ser nomeado, a Funai alterou regimentos internos para permitir que o cargo fosse ocupado por alguém que não fosse profissional de carreira da instituição. 

    Dias trabalhou 10 anos em missão de evangelização

    Dias, formado em teologia e antropologia, trabalhou durante dez anos na Missão Novas Tribos do Brasil (MNTB), que realiza a evangelização de índios na Amazônia.

    De acordo com índios da etnia matsés, com quem Dias conviveu no Amazonas, o missionário queria fundar uma igreja na terra indígena Vale do Javari, mas não obteve autorização dos locais. 

    A região abriga a maior população de povos indígenas isolados do mundo. 

    Caciques da etnia divulgaram carta afirmando que ele manipulou parte dos indígenas e se apropriou de sua cultura. 

    De acordo com o Ministério Público, colocar as ações com indígenas isolados nas mãos de um missionário é um risco para a política de não contato adotada pelo Brasil desde a década de 1980 - com ameaça de genocídio e etnocídio dos povos indígenas. 

    Mais:

    Em vitória para tribo indígena, projeto de luxuoso resort é cancelado na costa da Bahia
    Moro envia Força Nacional para área onde índios foram assassinados no Maranhão
    Triste recorde: desmatamento em janeiro na Amazônia atinge marca histórica sob Bolsonaro
    Tags:
    evangélicos, igreja, ONGs, FUNAI, Amazonas, Amazônia, tribos isoladas, indígenas, índios
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar