18:58 06 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    698
    Nos siga no

    O médico e escritor Drauzio Varella participou do programa Roda Viva, da TV Cultura, na última segunda-feira (10), e atacou os grupos antivacinas.

    Ao responder sobre a disseminação de fake news na medicina, sobretudo em relação aos grupos antivacinas, o médico afirmou que estes grupos representam "um crime contra a população".

    "As pessoas acreditam e você não pode nem dizer que estão sendo bobas. Vejo com a maior preocupação. Essas coisas que fazem com as vacinas. Esses grupos tinham que ser presos, estar na cadeia. Isso é um crime contra a população", afirmou Drauzio.

    "Como têm pessoas contra a vacina? De onde tiram isso? Como podem ter essa liberdade de falar e serem respeitados como se fossem o outro lado. Alguns são a favor da vacina e outros são contra? Não! Alguns estão do lado da vacina porque impedem doenças. Os que são contra ou são ignorantes, muito ignorantes, ou mal-intencionados. Isso tinha que ter uma ação governamental", acrescentou.

    Coronavírus

    Ao comentar sobre a epidemia do coronavírus, Drauzio disse que é provável que o vírus chegue ao Brasil, mas destacou que o país está preparado para enfrentar a epidemia.

    ​"[O coronavírus] vai chegar ao Brasil? Provavelmente, porque você não consegue isolar um país do resto do mundo, principalmente um país com a importância da China [...] Acho que nós estamos preparados para enfrentar essa epidemia, não vejo essa gravidade que muita gente enxerga, o vírus chegando e acometendo um grande número de pessoas", completou o médico.

    Mais:

    Cura possível? Cientistas criam coronavírus em laboratório na Austrália para gerar vacina (VÍDEO)
    China começa a testar vacina russa contra coronavírus
    Na luta pelo fim do câncer de colo de útero, Portugal vai vacinar meninos contra HPV
    Tags:
    fake news, medicina, saúde, vacina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar