23:55 05 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    142
    Nos siga no

    Maior ídolo da história do futebol, Edson Arantes do Nascimento, mais conhecido como Pelé, está recluso em casa devido a problemas nos quadris, o que causou depressão, revelou o seu filho Edinho em uma entrevista nesta segunda-feira.

    "Ele está bastante frágil na questão da mobilidade. Ele fez um transplante de quadril e não fez a reabilitação adequada, a ideal. Por isso, ele está com esse problema de mobilidade, que acaba causando certa depressão", comentou ao site Globoesporte.com.

    Pelé completou 79 anos em outubro e, nos últimos anos, esteve internado várias vezes. Segundo seu filho, ele melhorou em relação ao período em que foi forçado a se mover em uma cadeira de rodas, mas não pode andar normalmente "apenas com um andador".

    "Imagine, ele é o rei, ele sempre foi uma figura imponente, e hoje ele não consegue andar bem, acaba se sentindo anão, com muita vergonha disso", explicou o filho, que também foi jogador profissional, tendo atuado como goleiro pelo Santos.

    Aos problemas de mobilidade do quadril são acrescentados distúrbios renais, algo que sofre nos tempos em que ainda jogava futebol, pois perdeu um rim por causa de uma lesão na costela.

    No final de 2014, Pelé sofreu uma infecção urinária grave e precisou passar por diálise.

    No ano passado, em abril, ele foi a Paris para participar de um evento comercial com o jovem futebolista francês Kylian Mbappé, mas acabou sendo hospitalizado e operado em seu retorno ao Brasil para remover uma pedra nos rins.

    Mais:

    Putin confraterniza com Pelé na cerimônia do sorteio dos grupos da Copa do Mundo (VÍDEO)
    Mbappé iguala recorde de Pelé e recebe parabéns do próprio Rei
    Messi volta a marcar e aumenta perseguição a recorde histórico de Pelé
    Tags:
    esporte, futebol, saúde, depressão, Pelé, Santos, França, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar