00:09 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    2102
    Nos siga no

    A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, lançaram nesta segunda-feira (3) a campanha "Tudo Tem seu Tempo".

    A ação visa pregar abstinência sexual na adolescência como forma de prevenir doenças e gravidez precoce. A campanha tem como foco duas faixas etárias: de 15 a 19 anos e abaixo de 15 anos.

    "Estamos construindo um plano nacional de prevenção do sexo precoce. Essa ação é só o começo. Existem consequências graves, físicas e emocionais para o sexo antes da hora. Vamos fazer cartilhas, vamos para as escolas mostrar arte, música. Vamos cuidar das 'novinhas', e não apenas chamá-las para o sexo", afirmou a ministra Damares, citada pela Agência Brasil.

    ​Pelo fato da campanha pregar abstinência sexual, as redes sociais foram inundadas de memes e comentários contrários à iniciativa de Damares.

    A que ganhou mais repercussão foi uma paródia musical feita por uma família conhecida por fazer vídeos deste tipo intitulada "Quem deu, deu. Quem não deu, não Damares!".

    ​Outro meme que foi fez sucesso nas redes sociais, faz alusão à campanha do governo do ex-presidente Lula que era chamada de "Fome Zero.

    ​Teve gente também que usou as famosas frases de para-choques para fazer brincadeira com a campanha.

    ​Outro meme que apareceu nas redes sociais faz alusão à série de ficção do Netflix chamada "Sex Education". No meme aparece a Dra. Jean, que é uma terapeuta sexual, reagindo à iniciativa de Damares.

    ​Na Amazônia a campanha já começou.

    ​Já essa outra pessoa pegou uma frase retirada de uma igreja evangélica para brincar com a campanha.

    Mais:

    Damares Alves diz que execução de hino em escolas é 'obrigatória'
    Deu match? Damares diz que está em busca de marido no Tinder
    Ministério de Damares em nota técnica: início precoce da vida sexual leva à delinquência
    Tags:
    adolescentes, sexo, educação, Damares Alves
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar