21:34 31 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    251
    Nos siga no

    O Ministério da Saúde do Brasil informou hoje que pretende decretar estado de emergência por conta do surto internacional do novo coronavírus, mesmo o país não tendo nenhum caso confirmado.

    A medida, de acordo com o ministro Luiz Henrique Mandetta, tem impacto apenas administrativo, visando, entre outras coisas, facilitar o retorno de cidadãos brasileiros que se encontram no foco da contaminação, na cidade chinesa de Wuhan.

    Hoje, o Brasil conta com 14 casos suspeitos da nova doença, que tem provocado sérias preocupações pelo mundo ao longo das últimas semanas. Os pacientes com suspeitas de contaminação pelo vírus no país se encontram em São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. 

    ​"Vamos entrar em um nível 3 por um ato discricionário do ministro da Saúde, para poder dar as condições dos demais órgãos poderem fazer, por exemplo, como se faz um avião sair daqui e ir até a China e voltar, contratação. Como se monta, pessoas que vão ter que ser designadas para ficar em um ambiente que vai ser espaço de quarentena, equipamentos, enfim. Que é uma situação totalmente de atipia", explicou Mandetta, citado pelo G1.

    Responsável por provocar uma doença respiratória relativamente grave, o novo coronavírus já deixou 425 mortos na China, seu país de origem, onde 19.550 casos foram confirmados. Além da China, cerca de outros 20 países já confirmaram a presença de pessoas contaminadas pelo vírus. 

    Mais:

    Embaixador interino da China em Israel compara restrições de viagens por coronavírus a Holocausto
    Alta do bitcoin pode 'explodir' em valor em meio a pânico financeiro gerado por coronavírus
    China acusa EUA de 'semearem o pânico' ao invés de ajudarem a combater coronavírus
    Tags:
    vírus, doença, surto, infecção, contaminação, Brasil, saúde, Ministério da Saúde
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar