22:24 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    1101
    Nos siga no

    O Ministério da Saúde informou neste sábado (1º) que há mais quatro casos suspeitos do novo coronavírus no Brasil, fazendo o número total passar de 12 para 16. 

    São Paulo é o estado com o maior número de casos suspeitos, oito, seguido do Rio Grande do Sul (4), Santa Catarina (2), Ceará (1) e Paraná (1). 

    A cidade de Paulínia, no interior de São Paulo, tem dois casos suspeitos. Um deles é de um homem de 45 anos que retornou recentemente de viagem à China. 

    A Secretaria Municipal de Saúde do município informou, em nota, que "está tomando todas as providências de caráter epidemiológico, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, além de medidas de segurança e de isolamento para tratar de forma mais adequada e eficiente a família, bem como de proteção da população". 

    Profissional que atendeu paciente apresentou sintomas

    Apesar de residir em Paulínia, o homem foi atendido em uma clínica particular em Campinas. A profissional de saúde que atendeu o paciente na cidade vizinha, uma mulher de 30 anos que também reside em Paulínia, apresentou sintomas da doença. Ela se encontra em isolamento domiciliar, assim como toda sua família.

    Até o momento, 10 casos foram descartados: Minas Gerais (1), Rio de Janeiro (1) , São Paulo (2), Paraná (1), Santa Catarina (2) e Rio Grande do Sul (3).

    Neste sábado, a Petrobras anunciou que decidiu repatriar empregados da companhia que trabalham na China devido ao surto do coronavírus no país asiático. 

    O novo tipo de coronavírus foi detectado pela primeira vez na cidade chinesa de Wuhan no início do ano e, desde então, espalhou-se para 24 países

    O vírus já matou 259 pessoas na China e infectou cerca de outras 12 mil. Mais de 100 casos da nova doença foram registrados fora da China.

    A Organização Mundial da Saúde declarou emergência internacional de saúde na quinta-feira (30) devido ao surto.

    Mais:

    Epidemia de coronavírus poderá atingir seu pico em 10 dias, segundo cientista chinês
    Número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil sobe de 9 para 12
    Coronavírus: Bolsonaro se recusa a repatriar brasileiros na China por ser 'muito caro'
    Coronavírus: premiê da Austrália anuncia proibição de viagens à China
    Tags:
    São Paulo, Ministério da Saúde, doença, epidemia, saúde, OMS, Brasil, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar