15:22 27 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    4141
    Nos siga no

    Nesta sexta-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro disse que está descartada a chance de separar a pasta da Segurança Pública do Ministério da Justiça, comandado por Sergio Moro.

    O governo estudava restabelecer a pasta da Segurança Pública. Caso a mudança ocorresse, Moro ficaria na Justiça, enquanto outro ministro controlaria a área da segurança, segundo o portal G1.

    Ao chegar à capital indiana de Nova Deli em viagem oficial nesta sexta-feira (24), o presidente afirmou que a chance de recriar a pasta da Segurança Pública é "zero", adicionando que não mexe "em time que está ganhando".

    "O Brasil está indo muito bem. Segurança pública, os números indicam que está indo no caminho certo, e a minha máxima é: em time que está ganhando não se mexe", declarou Bolsonaro.

    A questão do desmembramento surgiu no dia 22 de janeiro após uma reunião em Brasília entre o presidente e os secretários estaduais de Segurança, que pediram a Bolsonaro uma pasta específica para a área.

    O ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro.
    © AP Photo / Eraldo Peres
    O ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro.

    De acordo com Bolsonaro, alguns secretários podem querer enfraquecer o governo, embora declarasse que não há "nenhum atrito entre ele e Moro, ou qualquer outro ministro".

    Mais:

    Com Bolsonaro e Moro no comando, Brasil repete pior nota em ranking da corrupção
    Bolsonaro bate Lula e Moro e lidera corrida presidencial para 2022, mostra pesquisa
    Bolsonaro diz que estuda recriar Ministério da Segurança e deixar Moro só com Justiça
    Tags:
    desmembramento, Ministério da Segurança Pública, Ministério da Justiça do Brasil, Sergio Moro, Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar