01:05 02 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    1347
    Nos siga no

    A atriz Regina Duarte, conhecida por seus posicionamentos de direita, foi convidada nesta sexta-feira para assumir a Secretaria Nacional de Cultura do Brasil, mas disse que só irá responder à convocação neste sábado (18).

    Uma das atrizes de maior destaque do país, Duarte se envolveu em inúmeras polêmicas ao longo dos últimos anos por defender posicionamentos mais conservadores no espectro político brasileiro. Anteriormente, ela já chegou a ser convocada pelo governo do presidente Jair Bolsonaro para assumir o cargo, mas recusou. Mas, agora, pediu um tempo para pensar no pedido. 

    ​O cargo para o qual Regina Duarte está sendo considerada ficou vago nesta sexta-feira, após a exoneração de Roberto Alvim, demitido em meio à repercussão negativa de um vídeo no qual ele apareceu fazendo um discurso bastante parecido com o do polêmico ministro da Propaganda do regime nazista alemão, Joseph Goebbels, durante o governo do fuhrer Adolf Hitler

    ​Segundo interlocutores citados pela Folha de S. Paulo, Regina Duarte disse ter ficado animada com o convite para ocupar o cargo, mas ainda estaria em dúvida sobre a decisão de assumir o cargo.

    Mais:

    Rodrigo Maia pede a saída de Roberto Alvim e diz que secretário 'passou de todos os limites'
    Planalto avisa Congresso que Alvim será demitido após copiar Goebbels em discurso, diz jornal
    Bolsonaro anuncia demissão de Roberto Alvim
    Tags:
    Brasil, Alemanha, Adolf Hitler, cultura, fascismo, neonazismo, ultranacionalismo, extrema-direita, direita, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar