18:28 08 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    212
    Nos siga no

    Depois de conseguir arrecadar R$ 105,4 bilhões com privatizações ao longo do ano passado, o governo pretende vender R$ 150 bilhões em empresas neste ano.

    O número foi dado pelo secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, Salim Mattar. As informações foram publicadas pela Agência Brasil.

    O valor leva em conta privatizações totais, parciais e a venda de parcelas minoritárias de mais de 300 empresas de um total de 624 empresas com participação do governo federal.

    Mattar reiterou que Petrobras, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil não serão privatizados totalmente.

    Segundo o secretário, o governo avalia se envia a proposta ao Congresso já no próximo mês. Ele explicou que a proposta consiste em incluir as empresas passíveis de privatização diretamente no Plano Nacional de Desestatização (PND).

    Em 2019, o governo conseguiu vender R$ 105,4 bilhões em participações. Quase metade do total, R$ 50,4 bilhões, se deve à Petrobras, que se desfez de subsidiárias de distribuição e de gás.

    Mais:

    Governo brasileiro vende apenas 1 de 5 áreas oferecidas em novo leilão pré-sal
    China está de olho no programa brasileiro de privatizações
    Guedes defende privatizações comparando estatais com 'filhos drogados'
    BNDES quer acelerar privatizações de ativos da União
    Tags:
    empresas estatais, arrecadação, privatizações, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar