00:51 28 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    2191
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira que há uma possibilidade do salário mínimo ser reajustado pelo mesmo índice da inflação do ano passado. O tema será debatido nas próximas horas com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

    "Vou me reunir com o Paulo Guedes agora à tarde. Eu acho que tem brecha para a gente atender. É porque a inflação de dezembro foi atípica, por causa do preço da carne. Então vai ser 14h, tenho um despacho com o Paulo Guedes para decidir esse assunto", afirmou Bolsonaro, citado pelo G1, a jornalistas na saída da residência oficial do Palácio da Alvorada.

    Em uma medida provisória no fim de 2019, o governo federal sugeria o reajuste do salário mínimo com base em uma previsão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) – o que resultaria em um valor de R$ 1.039.

    Entretanto, a previsão do INPC não se confirmou em janeiro, quando os números oficiais do índice foram divulgados. Como eles ficaram acima do esperado (a previsão era de 0,62% em dezembro, mas acabou sendo de 1,22% em janeiro), o valor do salário mínimo ficaria abaixo da inflação. Já se for reajustado pelo total do INPC, o mínimo ficará em R$ 1.042,70.

    De acordo com Bolsonaro, ao menos o valor do salário mínimo deve ser recomposto pelo INPC, caso não se chegue a um acordo em relação à inflação.

    "É, a ideia. No mínimo isso aí. Agora, cada R$ 1 no salário mínimo são mais ou menos R$ 300 milhões [de impacto] no Orçamento. A barra é pesada, mas a gente tem que... Apesar de ser pouco o aumento, R$ 4 ou R$ 5, tem que recompor", completou o presidente.

    Segundo o G1, uma das possibilidades é o governo estipular junto ao Congresso Nacional uma mudança na medida provisória a respeito do salário mínimo, que ainda não começou a tramitar no Legislativo federal. Os deputados e senadores retomam os trabalhos em fevereiro.

    Mais:

    'Alto demais?': Banco Mundial critica salário mínimo brasileiro
    Com salário mínimo de R$ 1.040, Congresso aprova LDO
    Por que o governo Bolsonaro quer acabar com o aumento real do salário mínimo?
    Tags:
    consumo, economia, INPC, inflação, reajuste salarial, salário mínimo, Paulo Guedes, Jair Bolsonaro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar