15:28 19 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    412
    Nos siga no

    Uma pesquisa feita pelo instituto Datafolha, encomendada pelos jornais O Globo e Folha de S.Paulo, mostra que 10% dos cariocas já pagaram alguma taxa para a milícia e que 86% têm medo de serem vítimas de violência por parte desses grupos.

    A pesquisa ouviu 872 moradores da cidade do Rio com 16 anos ou mais, de 11 a 13 de dezembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

    Os dados, no entanto, não permitem saber se o número cresceu, já que a pergunta foi feita pela primeira vez pelo Datafolha.

    A Zona Oeste do Rio de Janeiro é a região da cidade na qual mais pessoas se disseram sujeitas a pagar taxas para grupos milicianos: 15% dos entrevistados. Mesmo no Centro, 9% responderam já terem sido vítimas dessas extorsões, índice que chegou a 8% na Zona Norte e a 5% na Zona Sul.

    A pesquisa também avaliou a aprovação da política de segurança do governo do Rio de Janeiro sob a gestão do governador Wilson Witzel (PSC).

    O percentual de moradores da capital fluminense que a consideram ótima ou boa saltou de 3%, em março de 2018, para 15% neste mês. A rejeição caiu de 85% para 55% no período.

    Milícias são grupos paramilitares, normalmente formados por ex-policiais militares e bombeiros, que exercem domínio sobre determinadas regiões do Rio. Os milicianos costumam cobrar taxa dos moradores para fornecerem alguns serviços.

    Mais:

    Pacote anticrime de Moro é pró-milícia, diz José Padilha
    Coronel da reserva defende força-tarefa contra atuação de milícias no Rio
    ONU quer investigar milícias e execuções no Brasil, mas pedido segue parado
    Tags:
    insegurança, segurança, Rio de Janeiro, milícias, milícia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar