08:25 24 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    3215
    Nos siga no

    Tesouro Municipal da capital fluminense teve atividades encerradas por decisão da Prefeitura enquanto a mesma decidiu por suspender a segunda parte do 13° salário dos servidores.

    Enquanto a Prefeitura do Rio de Janeiro aparenta passar por crise fiscal, as atividades executadas pelo Tesouro Municipal, como pagamentos e movimentações financeiras, ficaram suspensas a partir desta segunda-feira (16).

    Conforme publicou o portal G1, a medida ainda não apresenta prazo final e está em vigor até segunda ordem.

    Também, a segunda parcela do 13° salário dos servidores está suspensa.

    "Hoje não pagarei, por conta da resolução. É pontual e temporário para atender as ordens judiciais", declarou o secretário de Fazenda do Município do Rio de Janeiro, César Barbiero.

    Além disso, segundo a mídia, citando o telejornal RJ2, as contas da Prefeitura podem ter seu pior déficit desde que o prefeito Marcelo Crivella tomou posse em 2017.

    Déficit bilionário

    Enquanto era esperado um balanço nas contas da Prefeitura positivo para este ano, o resultado deverá ser bem diferente.

    "O déficit da Prefeitura hoje vai chegar no final de ano em mais de R$ 3 bilhões, só de 2019", declarou o vereador e ex-secretário da Casa Civil do município, Paulo Messina.

    De acordo com a mídia, a administração municipal também registrou aumento de suas dívidas, sendo a Saúde uma das áreas mais afetadas.

    Mais:

    Homenagem de vereador do Rio de Janeiro a Kim Jong-un provoca polêmica na Internet e no PSOL
    Iraniano morre após acidente envolvendo patinete no Rio de Janeiro
    Rio de Janeiro cai em ranking e deixa de ser uma das 100 cidades mais visitadas no mundo (VÍDEO)
    Tags:
    déficit, finanças, contas públicas, Prefeitura do Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar