18:26 28 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    16167
    Nos siga no

    Depois de fazer duras críticas ao presidente argentino, Alberto Fernández, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (11) que estaria à disposição caso Fernández deseje visitar o país.

    "Se ele quiser nos visitar, estou à disposição. Está convidado, se quiser visitar o Brasil, será motivo de satisfação", declarou Bolsonaro.

    Bolsonaro também afirmou que espera que o presidente argentino mude de ideia e reveja o acordo do Mercosul com a União Europeia, conforme o jornal Folha de São Paulo.  

    "Temos a questão do gás, do trigo, o maior comércio da América do Sul é com a Argentina e interessa para nós dois. No passado, ele falou em rever o acordo do Mercosul com a União Europeia, agora ele já fala de forma diferente. As pessoas mudam e espero que ele mude", disso o presidente brasileiro.

    O presidente, que era contrário à eleição de Fernández e não compareceu à posse, afirmou esperar que a Argentina dê certo, ressaltando que o país é o maior parceiro comercial do Brasil na América do Sul.

    Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, na 11ª cúpula do BRICS
    © Sputnik / Ramil Sitdikov
    Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, na 11ª cúpula do BRICS

    Recentemente, o brasileiro moderou o tom. Ele disse que, apesar de não ter uma afinidade ideológica com o governo eleito no país vizinho, não rasgará os contratos e manterá uma relação pragmática com a Argentina.

    Mais:

    Secom diz que não há 'indicativo de câncer de pele' em Bolsonaro
    Joice Hasselmann vira líder e Bolsonaro perde controle do PSL na Câmara
    Bolsonaro vai a hospital e diz que investiga 'possível câncer de pele'
    Tags:
    economia, eleição, críticas, visita, convite, Argentina, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar