09:33 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    181526
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro vetou a viagem do ministro da Cidadania, Osmar Terra, que seria o enviado do país para a posse de Alberto Fernández na Argentina, na próxima terça-feira.

    As infromações foram divulgadas pelo jornal argentino Clarín e confirmadas mais tarde pelo Globo. 

    Ainda em novembro, Bolsonaro disse que o Brasil não enviaria representante para a posse. Ele voltou atrás, no entanto, e prometeu que Osmar Terra representaria o país. Em uma segunda reviravolta, a situação ficou em suspenso.

    Bolsonaro e Fernández se desentenderam ainda durante a campanha eleitoral na Argentina. O presidente brasileiro declarou apoio à reeleição de Mauricio Macri. Já Fernández, quando venceu o pleito, felicitou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por seu aniversário e defendeu a sua libertação.

    Nos últimos dias, o presidente eleito da Argentina, no entanto, se reuniu com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em Buenos Aires, e enviou uma mensagem de "respeito" e "apreço" ao presidente brasileiro.

    O gesto, pelo visto, não bastou.

    Segundo o jornal Clarín, Bolsonaro teria ficado incomodado com a presença de dois deputados de esquerda na comitiva de Maia.

    Tags:
    Brasil, Argentina, Alberto Fernández, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar