01:35 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    361
    Nos siga no

    Na tarde desta terça-feira (26) um grande grupo formado por artistas, colecionadores, museólogos e frequentadores se reuniu para fazer um abraço coletivo no Museu de Arte do Rio (MAR).

    O museu enfrenta uma grave crise financeira e corre o risco de fechar as portas por conta dos atrasos dos repasses municipais. A demora levou ao atrasamento do pagamento das contas de manutenção do museu, segundo o Instituto Odeon, organização social que administra o MAR há sete anos.

    O valor que deveria ser repassado de abril a setembro só terminou de ser pago em 15 de novembro (em uma parcela de R$ 393 milhões). Durante esse período a folha de pagamento dos funcionários ficou ameaçada e levou o Instituto Odeon a colocar todos em aviso prévio.

    A partir da ameaça de fechamento, artistas, curadores, educadores e produtores passaram a se mobilizar desde o fim de outubro e criaram o movimento MAR Vive, que conta hoje com cerca de 80 membros e defende a continuação do museu.

    Assista ao vídeo do abraço coletivo:

    Mais:

    Faca usada em atentado contra Bolsonaro vai virar peça de museu
    BRICS e cultura: muito além das cúpulas de estado
    Olavista que convocou 'guerra cultural' é nomeado secretário de Cultura do governo Bolsonaro
    Um ano após tragédia no Museu Nacional, incertezas e esperanças
    Tags:
    Prefeitura do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, rio de janeiro, Rio de Janeiro, cultura, abraço, museu, mar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar