05:39 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Embraer E190-E2

    Acordo Boeing-Embraer é questionado por acionistas minoritários na Comissão Europeia

    © REUTERS / Nacho Doce
    Brasil
    URL curta
    552
    Nos siga no

    A Comissão Europeia foi acionada por acionistas minoritários da Embraer contra o acordo com o Boeing de venda do controle da divisão comercial da empresa brasileira.

    A informação foi divulgada na terça-feira (5) pela Associação Brasileira de Investidores (Abradin). Segundo a associação, o acordo tem irregularidades e pode prejudicar a concorrência global do setor.

    Conforme publicou o jornal Folha de São Paulo, a Abradin pretende se reunir com acionistas minoritários da Embraer - que possuem até 2% da empresa - em uma tentativa de impedir o acordo com a Boeing.

    O acordo segue sob escrutínio da União Europeia que deve ter uma posição final sobre a transação até fevereiro de 2020.

    A Abradin acredita que o acordo afeta a concorrência globa no setor de aeronaves de médio porte, uma vez que as concorrentes não conseguem preencher o lugar da Embraer no mercado.

    Haveria também uma questão estatutária da Embraer, que segundo a Abradin, aponta a necessidade de uma oferta pública das ações da empresa.

    No Supremo Tribunal Federal (STF), uma ação do PDT também tenta barrar o acordo, assim como uma ação no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) proposta por Ciro Gomes.

    Mais:

    Economista: acordo Boeing-Embraer é 'lesivo para o Brasil' e UE tem razão em contestá-lo
    Bombardier lança novo modelo de jato executivo para competir com a Embraer
    Embraer reporta queda em encomendas de aeronaves no 3º trimestre
    Concorrente da Embraer, Mitsubishi perde contrato de 100 aeronaves nos EUA
    Tags:
    PDT, Ciro Gomes, Boeing, Embraer
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar