18:05 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O chefe indígena Kadjyre Kayapo, da etnia Krimej, observa área desmatada da Amazônia na cidade de Altamira, no Pará.

    Líder indígena é assassinato em emboscada de madeireiros no Maranhão

    © AP Photo / Leo Correa
    Brasil
    URL curta
    749
    Nos siga no

    O indígena Paulo Paulino Guajajara foi morto no interior da Terra Indígena Araribóia, região de Bom Jesus das Selvas, no Maranhão, na sexta-feira (1º).

    O líder indígena Laércio Guajajara, e um madeireiro, também ficaram feridos no incidente.

    As duas lideranças do povo Guajajara são integrantes de um grupo autodenominado "Guardiões da Floresta", que busca proteger terras indígenas e expulsar invasores. 

    Segundo o jornal Folha de S. Paulo, informações preliminares apontam que Paulo foi morto em uma emboscada de madeireiros com um tiro no pescoço e seu falecimento foi confirmado pelo Governo do Maranhão. 

    "O Greenpeace e a Hivos, proponentes do projeto Todos os Olhos na Amazônia, repudiam toda a violência gerada pela incapacidade do Estado em cumprir seu dever de proteger este e todos os territórios indígenas do Brasil e exigem que sejam tomadas imediatas ações para evitar a ocorrência de mais conflitos e mortes na região", afirmou o Greenpeace em nota publicada em seu site.

    Ainda de acordo com a ONG, o incidente é resultado de "um Estado que se recusa a cumprir o que determina a Constituição Federal".

    Mais:

    Mourão fala em invasão da Amazônia para criar 'inimigo externo', diz analista
    GLO na Amazônia termina: analistas fazem balanço da atuação dos militares
    Sínodo da Amazônia: bispos propõem que homens casados possam se tornar padres
    Após tratar eleição como 'milagre', Bolsonaro ataca críticos: 'Amazônia nos pertence'
    Tags:
    Brasil, assassinato, indígenas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar