10:35 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    ONU revê projeção e agora espera expansão de 2% da indústria brasileira em 2018

    IBGE: indústria reage, mas acumula queda de 1,4% no ano

    Rodolfo Buhrer/Fotos Públicas
    Brasil
    URL curta
    312
    Nos siga no

    O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou os dados da atividade industrial de setembro mostrando que a indústria cresceu 0,3% no mês.

    Os números divulgados pelo IBGE nesta sexta-feira (1º) mostram, porém, que ao longo de 12 meses, dentre as 26 atividades industriais monitoradas, apenas 9 apontam alta na produção.

    Com isso, apesar da alta mensal, o IBGE também aponta que o setor acumula queda de 1,4% em 2019, mantendo a crise do setor.

    A aumento no índice da atividade mensal na indústria é atribuído pelo IBGE ao crescimento do setor de veículos automotores, que cresceu 4,3%. Em agosto, o mesmo setor havia recuado 2,4%.

    O crescimento no mês de setembro é a segunda alta consecutiva, sendo que o crescimento da atividade do mês anterior foi revista de 0,8% para 1,2%.

    Além disso, o crescimento de setembro foi o primeiro após 3 meses se o período comparado for o mesmo mês de 2018. Dessa forma, o crescimento foi de 1,1% no mês.

    É a primeira vez que há crescimento por dois meses seguidos na indústria brasileira desde o resultado de março-abril de 2018.

    Mais:

    Indústria em queda: crescimento pode retomar índices pré-recessão apenas em 2039
    Indústria brasileira vive na ruptura entre pessimismo e otimismo, dizem especialistas
    Indústria em queda: produção cai pelo 2º mês consecutivo, diz IBGE
    Indústria do Brasil perde relevância e tende a sair da 'elite' mundial, diz economista
    Tags:
    IBGE
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar