05:25 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Mancha de óleo na praia do Peroba, em Maragogi, Alagoas.

    Mourão sobre óleo no litoral do Nordeste: não há 'mais nenhuma praia suja'

    © REUTERS / Diego Nigro
    Brasil
    URL curta
    207
    Nos siga no

    Apesar de manchas de óleo terem reaparecido em algumas praias do Nordeste neste sábado (26), o presidente em exercício, Hamilton Mourão, disse que a substância já foi recolhida e o mar está próprio para o banho. 

    "Estão [boas para banho]. O óleo já foi recolhido. Hoje acredito que não tem mais nenhuma praia suja no Nordeste. Todas estão com óleo recolhido. À medida que vai aparecendo, nós estamos deslocando os especialistas para lá, eles fazem a limpeza e pronto, a praia está em condições de banho", afirmou Mourão ao ser perguntado sobre a balneabilidade das praias, segundo publicado pelo portal G1. O vice de Jair Bolsonaro assumiu a presidência durante a viagem do titular para a Ásia e o Oriente Médio. 

    Manchas reapareceram na Bahia, Pernambuco e Sergipe

    No entanto, neste sábado surgiram relatos de que o óleo retornou para alguns pontos do litoral da Bahia, Sergipe e Pernambuco. Novas manchas surgiram em Porto de Sauípe, no município de Entre Rios, na Bahia. A informação é da Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). O estado está em situação de emergência.

    Em Pernambuco, o óleo apareceu em praias da cidade de Cabo de Santo Agostinho, onde a substância já tinha sido removida. Voluntários e equipes da prefeitura voltaram a fazer a limpeza da área afetada. Entre 17 e 25 de outubro, foram recolhidas 1.447 toneladas de resíduos no estado. 

    Em Aracaju, capital do Sergipe, foram observadas manchas em algumas praias. 

    Marinha afirma que volume de óleo começa a diminuir

    O produto começou a atingir as praias do Nordeste no final de agosto. Cerca de 200 cidades foram afetadas. Na sexta-feira, a Petrobras informou que a substância é proveniente de três campos de petróleo da Venezuela, mas isso não significa que o óleo tenha vazado desses locais. Uma hipótese é de que o material tenha saído de algum navio. 

    Segundo o comandante de operações navais da Marinha, almirante de esquadra Leonardo Puntel, as manchas que apareceram nesta sábado não foram consideráveis e o volume de óleo no litoral começa a diminuir.

    Mais:

    Óleo no Nordeste é um dos piores acidentes ambientais da história do Brasil, diz oceanógrafo
    Manchas de óleo interditam cada vez mais praias turísticas no Nordeste
    Óleo na costa do Nordeste fica cada vez mais difícil de ser controlado, alerta especialista
    População retira 525 toneladas de resíduos de óleo de praias no Nordeste do Brasil
    Tags:
    Pernambuco, Bahia, Sergipe, contaminação, Antonio Hamilton Mourão, Nordeste, poluição, vazamento, praias
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar