10:41 11 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, reage durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, em 20 de setembro de 2019.

    Bolsonaro sairá do PSL, segundo revista

    © REUTERS / Adriano Machado
    Brasil
    URL curta
    18412
    Nos siga no

    O presidente do Brasil Jair Bolsonaro decidiu nesta quarta-feira (9) deixar o Partido Social Liberal (PSL), que o elegeu.

    A informação foi publicada pela Revista Veja, que ouviu uma fonte próxima ao presidente.

    De acordo com a publicação, a insatisfação de Bolsonaro com a legenda estava crescendo e foi tornada pública quando ele cochichou a um apoiador na saída do Palácio da Alvorada: "Esqueça o PSL". Na sequência ele disse que o presidente do partido, o deputado federal Luciano Bivar (PE), "está queimado pra caramba".

    "Cara, não divulga isso não, cara. O cara tá queimado para caramba lá. Entendeu? E vai queimar o meu filme também. Esquece esse cara. Esquece o partido", disse o presidente ao apoiador.

    Bivar por sua vez afirmou ao blog da jornalista Andreia Sadi, do site G1, que Bolsonaro "já está afastado" do partido.

    “A fala dele [Bolsonaro] foi terminal, ele já está afastado. Não disse para esquecer o partido? Está esquecido”, disse Bivar.

    O presidente do PSL disse que não sabe o que se passa na cabeça de Bolsonaro e que quer "paz".

    "Não vai alterar nada se Bolsonaro sair, seguiremos apoiando medidas fundamentais. A declaração de ontem foi terminal, ele disse que está afastado. Não estamos em um  grêmio estudantil. Ele pode levar tudo do partido, só não pode levar a dignidade, o sentimento liberal que temos e o compromisso com o combate à corrupção", afirmou Bivar ao blog.

    Mais:

    Pedido de 'impeachment urgente' contra Bolsonaro está no topo do Twitter
    Ministro do Turismo é indiciado pela PF por esquema de 'candidaturas-laranja' do PSL
    Bolsonaro cochicha para apoiador: 'Esquece o PSL'
    Tags:
    Luciano Bivar, partido, Brasil, Partido Social Liberal (PSL), Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar