19:13 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Agentes da Polícia Militar durante operação em Vigário Geral, Zona Norte do Rio de Janeiro (arquivo)

    Rio tem 1 morto e 5 feridos por bala perdida em menos de 24 horas

    © Folhapress/ Alexandre Campbell
    Brasil
    URL curta
    312
    Nos siga no

    Uma pessoa morreu e outras cinco ficaram feridas após serem atingidas por balas perdidas nesta sexta-feira em diferentes localidades do Rio de Janeiro.

    A vítima fatal foi o idoso Geraldo Evaristo de Souza, morador do bairro do Fonseca, em Niterói, baleado enquanto consertava o carro na rua. Além dele, também foram atingidos por tiros de origem desconhecida duas mulheres, duas crianças e um adolescente, segundo informações do Fogo Cruzado e do G1. 

    ​Em Vigário Geral, na Zona Norte da capital fluminense, uma troca de disparos entre traficantes e agentes da Polícia Militar terminou com quatro feridos por balas perdidas, sendo uma mulher e três menores de idade. A mulher foi levada para o hospital e liberada horas mais tarde. Já o estado de saúde dos demais não foi informado. 

    A outra vítima desta sexta-feira foi uma moradora do bairro de Nova Cidade, em São Gonçalo, baleada no ombro enquanto estendia roupas no terraço de casa. Segundo o jornal O São Gonçalo, não havia ação policial na região no momento do incidente.

    De acordo com levantamentos da plataforma de monitoramento Fogo Cruzado, ao menos seis pessoas morreram e outras 13 ficaram feridas em tiroteios no Rio de Janeiro só neste início de mês.

    Mais:

    Brasil e Witzel são denunciados na ONU após assassinato da menina Ágatha no Rio
    Witzel diz que vai pedir ajuda da ONU para fechar fronteiras e enfrentar 'genocídio' no Rio
    Governador do Rio quer um parque da Disney, mas empresa nega negociações
    Membros da família de suposto assassino de Marielle Franco são presos no Rio
    Tags:
    Brasil, G1, Fogo Cruzado, bala perdida, tiroteio, Niterói, São Gonçalo, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar