06:30 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Rodrigo Janot, ex-procurador geral da República

    CCJ da Câmara aprova convite para ouvir Rodrigo Janot

    © AP Photo / Eraldo Peres
    Brasil
    URL curta
    341
    Nos siga no

    A CCJ da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (2) o convite para ouvir o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot sobre sua declaração de que teria ido ao STF armado para matar o ministro Gilmar Mendes.

    O deputado Delegado Pablo (PSL-AM), autor do requerimento, disse que fez o convite para discutir as declarações de Janot sobre sua atuação na Lava Jato.

    "A intenção é trazer luz para o tema que ele falou para a mídia que, durante a Lava Jato, foi, por várias autoridades daquele tempo, atrapalhado, colocado contra a parede, para que as investigações não andassem", disse o deputado.

    "Se ele falou isso em um livro, ou para vários meios de comunicação, essa casa do povo [Câmara] é o lugar correto para as explicações. E [para que] a gente veja se há mais fatos a serem apurados", acrescentou o parlamentar.

    Na semana passada, Janot disse, em entrevista a diversos veículos de comunicação, que chegou a ir armado com um revólver ao Supremo com a intenção de assassinar o ministro Gilmar Mendes e depois se suicidar.

    O episódio é narrado por Janot no livro que lançou na semana passada, intitulado Nada Menos que Tudo, porém sem citar o nome de Gilmar Mendes.

    Mais:

    Rodrigo Janot revela que quase tentou matar Gilmar Mendes
    PF realiza busca e apreensão na casa e no escritório do ex-PGR Janot
    Procuradores condenam busca e apreensão contra Janot após entrevista bombástica
    Tags:
    Gilmar Mendes, Câmara dos Deputados, Comissão de Constituição e Justiça, Rodrigo Janot
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar