18:11 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, participa de uma coletiva de imprensa no Palácio Guanabara

    Witzel quer processar Paraguai na ONU: 'Vamos fechar a fronteira policialmente'

    © Foto / Adriano Ishibashi/FramePhoto/Folhapress
    Brasil
    URL curta
    204026
    Nos siga no

    O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, pretende processar o Paraguai junto à Organização das Nações Unidas (ONU) pelo tráfico de armas ao Brasil.

    Witzel disse que uma das soluções é fechar com forças de segurança a fronteira paraguaia e se prontificou em enviar policiais do Rio de Janeiro para ajudar na tarefa.

    "Vamos fechar a fronteira com o Paraguai. Não comercialmente, mas policialmente. Eu colaboro, mando policiais para a fronteira. E vou pedir a outros estados que mandem policiais para lá. Não é possível que o Brasil continue sangrando com essas armas e ninguém faça nada", disse Witzel à jornalistas no Palácio da Guanabara.

    Wilson Witzel disse que pretende denunciar o Paraguai na ONU e na Corte Interamericana dos Direitos Humanos.

    "Determinei à Procuradoria-Geral do Estado que iniciasse estudos para nós representarmos o Paraguai perante a ONU e a Corte Interamericana dos Direitos Humanos", completou o governador.

    Witzel declarou que a violência no Rio de Janeiro não é culpa só do governador.

    "É o Ministério das Relações Exteriores que deve tomar as providências para orientar o presidente da República a exigir do Conselho de Segurança da ONU retaliações ao Paraguai, à Colômbia e à Bolívia pelo tráfico de armas e de drogas que inundam a América do Sul", salientou Witzel.

    Na semana passada, o próprio Wilson Witzel foi denunciado na ONU por conta da morte da menina Ágatha Vitória Sales Félix, de 8 anos, atingida por um disparo de fuzil no Complexo do Alemão.

    Mais:

    Brasil e Witzel são denunciados na ONU após assassinato da menina Ágatha no Rio
    Bolsonaro inaugura com Paraguai as obras de nova ponte que ligará os 2 países
    Brasil e Paraguai anunciam início de negociação de acordo automotivo
    Tags:
    ONU, Paraguai, Brasil, fronteira, Wilson Witzel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar