15:47 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Ex-presidente do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva

    'Lambe botas': Lula considera humilhante submissão de Bolsonaro aos EUA

    © AP Photo / Andre Penner
    Brasil
    URL curta
    27298
    Nos siga no

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) considera humilhante a posição de submissão do atual mandatário brasileiro Jair Bolsonaro (PSL) ao governo dos Estados Unidos, afirmou o petista em uma nova entrevista.

    "O papel de Bolsonaro em relação aos Estados Unidos é uma coisa humilhante [...] é de total submissão, isso não é bom para o Brasil, não é bom para Bolsonaro na verdade. Ninguém gosta de quem não respeita, ninguém ele gosta de lambe botas", afirmou em entrevista ao site Opera Mundi.

    Lula também criticou a decisão do ex-capitão do Exército de indicar informalmente o seu filho Eduardo Bolsonaro, atual deputado federal, como embaixador do Brasil nos Estados Unidos – oficialmente, a indicação ainda precisa ser levada ao Senado.

    "Eu, sinceramente, não vejo nenhuma preparação política para o filho de Bolsonaro ser essa pessoa [embaixador]. Bem, se ele quer se curvar com as consequências, assumi-las, é o Senado que, em última análise, investigará, vai pedir que um hambúrguer seja frito lá dentro no Senado", avaliou.

    O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito Jair Bolsonaro,
    © Foto / Paola de Orte/Agência Brasil
    O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito Jair Bolsonaro,

    Lula aludiu ao fato de Eduardo Bolsonaro ter trabalhado nos Estados Unidos em um restaurante fritando hambúrgueres, algo que ele e seu pai argumentaram, brincando, como méritos para o cargo.

    Tão logo receba oficialmente a indicação, o Senado terá que votar se dará ou não o sinal verde à nomeação, que no momento não foi formalizada na ausência de reunir apoio suficiente entre os senadores.

    Lula também disse que seria bom que o senador democrata Bernie Sanders, favorável à libertação de Lula da prisão, ganhasse a presidência dos Estados Unidos em 2020, mas ponderou que não tem um candidato favorito.

    "Se Bernie Sanders vencesse a eleição, seria ótimo. Eu não conheço as pessoas, então não posso apostar em outro país", disse Lula.

    O líder do PT fez essas declarações da Superintendência da Polícia Federal de Curitiba, onde está preso desde abril do ano passado, cumprindo pena de oito anos e dez meses de prisão por crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

    Mais:

    Após vazamento, procuradora da Lava Jato pede desculpas a Lula
    Lula vai ao STF por anulação de sentença após revés de Moro em caso Bendine
    Cientista político: Lula não disse novidade, governo Bolsonaro é muito ruim
    Tags:
    Eduardo Bolsonaro, Bernie Sanders, relações bilaterais, diplomacia, submissão, Donald Trump, Luiz Inácio Lula da Silva, Jair Bolsonaro, Estados Unidos, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar