10:25 13 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    O ex-presidente Lula (PT) durante entrevista exclusiva à Folha e ao jornal El País, em Curitiba, em 26 de abril de 2019

    Cientista político: Lula não disse novidade, governo Bolsonaro é muito ruim

    © Foto / Marlene Bergamo / Folhapress
    Brasil
    URL curta
    223020
    Nos siga no

    Se Lula estivesse fora da cadeia, a situação de Bolsonaro seria mais complicada e o país estaria mais polarizado, afirmou hoje um especialista ouvido pela Sputnik, analisando as recentes críticas do ex-presidente ao atual governo.

    Na última quarta-feira (4), o Partido dos Trabalhadores (PT) divulgou uma carta escrita pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o povo brasileiro, na qual ele faz pesadas críticas ao governo de Jair Messias Bolsonaro, formado, segundo ele, por traidores. 

    No documento em questão, Lula acusa a atual administração de destroçar o país, "entregando criminosamente as empresas, os bancos públicos, o petróleo, os minerais e o patrimônio" que pertencem ao povo e fazendo sofrer os trabalhadores e os mais pobres. 

    Indo além, o ex-presidente também acusa o atual e seus aliados de entregar nossa política externa aos Estados Unidos e de dar a eles a base de Alcântara, de rebaixar a diplomacia a um assunto de família e de brincar de guerra com os europeus, entre outras coisas que tornam urgente "enfrentá-los", para "salvar o futuro". 

    Para o cientista político Carlos Ranulfo, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), é inegável que, atualmente, Lula ainda é a maior liderança popular do Brasil em termos de oposição, e é natural, que, estando preso, ele se manifeste dessa forma, através de cartas publicadas de vez em quando.

    "Se o Lula estivesse fora da cadeia, imagino que a situação do Bolsonaro estaria um pouco mais complicada. Talvez até o país estivesse mais polarizado. Ele iria sair pelo país e, hoje, o prestígio do Bolsonaro caiu demais", disse o professor em entrevista à Spunik Brasil.

    Avaliando o conteúdo desse último comunicado, o especialista considera que o ex-chefe de Estado não falou nada muito diferente do que já vem sendo discutido por um grande número de pessoas. 

    "Eu acho que, hoje, é muito difícil você achar quem não critique o Bolsonaro. Então, o Lula não está sozinho. Você vai encontrar gente de todos os espectros, centro, esquerda, direita, com críticas mais ou menos ásperas ao governo Bolsonaro, que é um governo muito ruim. O Lula não está falando nada de novidade."

    Na opinião de Ranulfo, de todos os erros que o atual governo já cometeu até agora, os piores estão na área ambiental. Para ele, seria o caso de o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, pedir demissão.

    "Assim como o ministro da Educação, não são sequer ministros sérios. Eles acham que ali é a casa deles. Eu acho que nem precisaria do Lula para mudar a narrativa da questão ambiental. O governo Bolsonaro já perdeu essa narrativa há muito tempo. O que ele fala sobre Amazônia e meio ambiente é ouvido só por aquele núcleo muito restrito do bolsonarismo." 

    Ainda segundo o cientista político da UFMG, considerando o atual cenário político do país e o papel desempenhado pelas figuras de maior destaque, a oposição precisa entender que, apesar da importância de Lula, ele "está em fim de carreira" e é preciso construir novas lideranças.

    "O Lula, com todo respeito ao passado dele, não é mais uma alternativa. Ele é uma referência, ele é um ponto de apoio, ele é uma voz que tem que ser ouvida e que fala com a sociedade, mas ele não é mais a referência do futuro. A esquerda brasileira tem que pensar no futuro."

    Mais:

    Bolsonaro abre Brasil ao etanol dos EUA em troca de emprego para o filho, diz deputado
    Fala de Bolsonaro sobre Bachelet vai na contramão da diplomacia brasileira, dizem especialistas
    Após sinais contrários, Bolsonaro defende Teto de Gastos
    Ataques de Bolsonaro podem favorecer Moro rumo às eleições de 2022?
    Esquerda em transe: derrota na Previdência mostra momento frágil
    Tags:
    Ricardo Salles, futuro, política, direita, esquerda, PSL, Bolsonaro, PT, Partido dos Trabalhadores, Brasil, UFMG, Jair Bolsonaro, Luiz Inácio Lula da Silva, Lula
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar