14:59 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio

    Preterido por Bolsonaro, vencedor da lista tríplice diz que escolha de novo PGR é 'retrocesso'

    © REUTERS / ADRIANO MACHADO
    Brasil
    URL curta
    243
    Nos siga no

    Ignorado por Jair Bolsonaro, o procurador Mario Bonsaglia afirmou nesta quinta-feira (5) que a escolha do presidente para a Procuradoria-Geral da República (PGR) representa um "dia melancólico" para o Ministério Público Federal (MPF).

    Bonsaglia havia vencido a eleição da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) para ser o novo PGR. Contudo, não há previsão constitucional de que a escolha presidencial precisa seguir a lista tríplice resultado da eleição da ANPR, embora esse método tenha sido usado nos últimos 16 anos. 

    Bolsonaro preferiu escolher o subprocurador Augusto Aras, que não participou da eleição da ANPR.

    "Dia melancólico para o MPF. A indicação fora da lista do novo PGR representa um retrocesso de décadas para a instituição", escreveu Bonsaglia no Twitter.

    ​Bonsaglia também afirmou que a lista é um "instrumento muito importante em prol da autonomia" e que "infelizmente" a tradição foi quebrada. 

    Mais:

    Com aliado de Bolsonaro fora do governo, Itália quer se reaproximar da União Europeia
    Após sinais contrários, Bolsonaro defende Teto de Gastos
    Ataques de Bolsonaro podem favorecer Moro rumo às eleições de 2022?
    Bolsonaro anuncia nome do novo procurador-geral da República
    Bolsonaro sanciona Lei do Abuso de Autoridade com vetos a 19 pontos do texto
    Tags:
    Procuradoria-Geral da república, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar