12:07 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Cartão de crédito

    Banco Central pode 'premiar' quem estudar educação financeira e sinaliza corte na SELIC

    CC0 / Jarmoluk
    Brasil
    URL curta
    213
    Nos siga no

    Nesta quinta-feira (5), o presidente do Banco Central apresentou a possibilidade de diminuir juros para quem fizer cursos de educação financeira, além de cita nova queda na SELIC.

    A ideia da instituição é promover a educação financeira na população e premiar quem se interessar por esse tipo de estudo. A informação publicada no jornal Folha de São Paulo reporta uma fala do presidente do Banco Central, Roberto Campos, durante um evento.

    A possibilidade de juros menores para os "mais educados" seria apenas uma das medidas, e utilizaria um mecanismo de notas de crédito. Além dela, há também outras sendo estudadas pelo banco, tais como criar um programa que crie benefícios dentro do sistema bancário para quem fizer esses cursos.

    A taxa básica de juros, a SELIC, também foi tema da fala de Campos, que afirmou que a última redução no indicador veio com espaço para novo corte.

    A reunião mais recente do Conselho de Política Monetária (COPOM) estabeleceu a taxa em 6%. A próxima reunião do COPOM acontece no dia 17 de setembro deste ano.

    Mais:

    Brasil eleva PIB em 0,4% no 2° trimestre, aponta IBGE
    Brasil ainda segue com perspectiva de PIB per capita em redução, diz economista
    Maior banco brasileiro projeta queda no PIB do 3º trimestre
    Banco Central aponta PIB negativo e prevê 'recessão técnica' no Brasil
    Banco Central dos EUA corta juros pela primeira vez em mais de uma década
    Tags:
    Folha de São Paulo, Copom, Selic, Brasil, Banco Central
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar