05:40 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Governo promete discutir a Reforma da Previdência Social após as eleições municipais de 2 de outubro

    Comissão do Senado aprova texto-base da Reforma da Previdência

    Marcos Santos/USP Imagens
    Brasil
    URL curta
    213
    Nos siga no

    Por 18 votos a sete, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal aprovou nesta quarta-feira o texto-base do projeto de emenda constitucional (PEC) da Reforma da Previdência, anteriormente aprovado pelo plenário da Câmara dos Deputados.

    O próximo passo da proposta é a análise de destaques que possam vir a alterar o texto do relator, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), antes que a PEC siga para o plenário do Senado, no qual passará por votação em dois turnos, tendo de ter ao menos 49 votos dos 81 possíveis a favor.

    A expectativa do governo é que a reforma permita uma economia de R$ 1 trilhão pelos próximos 10 anos, mas o número estimado hoje pelos senadores é de R$ 870 bilhões.

    Entre os principais pontos aceitos pelos senadores está o estabelecimento de uma idade mínima de aposentadoria (65 anos para homens e 62 anos para mulheres), com regras especiais para professores, policiais e trabalhadores rurais.

    Em outra frente, Jereissati lidera um movimento em torno de outra proposta paralela, que visa incluir estados e municípios na Reforma da Previdênciana Câmara, esse ponto acabou sendo derrubado pelos deputados federais.

    Se aprovada pelos senadores, o projeto permitiria a economia de R$ 350 milhões adicionais, mas também teria de passar pela análise da Câmara.

    Mais:

    Pressão e atos: centrais sindicais revelam estratégia para derrubar Reforma da Previdência
    Polêmica de Bolsonaro com nordestinos pode afetar votação da Reforma de Previdência?
    Onyx: PEC da capitalização da Previdência é a 'Lei áurea' do Brasil
    Tags:
    Tasso Jereissati, política, pensões, reforma da previdência, Senado, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar