08:52 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Bar de refugiados palestinos em São Paulo, Al Janiah, foi alvo de ataque.

    Intolerância: bar de refugiados em São Paulo sofre ataque

    Reprodução da Internet
    Brasil
    URL curta
    157
    Nos siga no

    O Bar e Restaurante Al Janiah, em São Paulo, foi atacado neste domingo por um grupo que atirou bombas no estabelecimento.

    O ataque aconteceu às 3h30 do domingo, durante a apresentação de músicos brasileiros e sul-africanos. Um grupo de cinco pessoas com facas, spray de pimenta e garrafas com gás foi registrado pelas câmaras de segurança atirando objetos para dentro do bar e fugindo logo em seguida.

    Ninguém se feriu durante o ataque, mas a ação provocou grande repúdio nas redes sociais.

    ​Al Janiah foi construído por palestinos refugiados da Guerra na Síria e por militantes do Movimento Palestina Para Todos (MOP@T).

    "Uma das maiores barbáries que já presenciei. Xenofobia não é mimimi. Jogaram garrafas e gás de pimenta dentro do Al Janiah, um local de refugiados, que emprega 35 pessoas. É revoltante e triste presenciar isso. Esse ódio por causa da cor, etnia e opção sexual é algo que não tem como aceitar", escreveu nas redes o DJ Marcel Rouge, que estava trabalhando no local no momento do ataque, citado pela Revista Forum.

    A direção do estabelecimento informou por nota que pretende adotar medidas legais cabíveis e ressaltou a importância de continuar atuando para e "se manter firme" na defesa da Cultura e da Democracia.

    Mais:

    Especialista: refugiados venezuelanos podem gerar 'oportunidade para dinamizar economia'
    Igreja Católica anuncia intenção de ampliar acolhida a refugiados venezuelanos em Roraima
    Governo confirma liberação de R$ 223 milhões para acolher refugiados venezuelanos
    Tags:
    palestinos, refugiados, xenofobia, São Paulo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar