16:52 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Alberto Goldman (ao fundo, à direita) deixa elevador acompanhado do senador Tasso Jereissati (ao fundo, à esquerda) para reunião da Executiva Nacional do PSDB.

    Ex-governador de São Paulo, Alberto Goldman morre aos 81 anos

    Agência Brasil / Fabio Rodrigues Pozzebom
    Brasil
    URL curta
    690
    Nos siga no

    O ex-governador de São Paulo, Alberto Goldman, morreu neste domingo (1) aos 81 anos.

    Goldman faleceu por voltas das 13:30 de hoje no hospital Sírio-Libanês após complicações decorrentes de uma cirurgia no cérebro. O ex-governador de São Paulo estava internado no hospital desde o dia 19 de agosto. Goldman se tratava de um câncer neuroendócrino na região cervical.

    O ex-governador foi uma das figuras mais destacadas do PSDB, tendo sido deputado estadual e federal diversas vezes. Foi também ministro dos Transportes do governo Itamar Franco.

    Goldman iniciou a carreira política aos 19 anos após filiação ao Partido Comunista Brasileiro (PCB) e durante a Ditadura Militar foi membro do MDB. Em 1997, após nova passagem pelo PCB, Goldman voltou ao PSDB.

    Crítico do atual governador de São Paulo, João Dória (PSDB), ele chegou a ser expulso pelo diretório paulistano do partido após anunciar apoio a um adversário de Dória na campanha de 2018, Paulo Skaf (MDB). No entanto, a expulsão foi anulada pela Executiva Nacional do partido.

    Mais:

    Doria aprova 'dia de oração pelas autoridades da nação' em SP
    Doria quer ser governador para se lançar à Presidência do Brasil, diz ex-líder do PSDB
    Paulo Preto livre: Investigado por corrupção do PSDB é solto por Gilmar Mendes
    'Era Bolsonaro': cientista político analisa futuro de PT e PSDB
    Tags:
    Partido Comunista Brasileiro (PCB), PSDB, João Dória Jr, Alberto Goldman
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar