14:28 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Fachada do Hospital Israelita Albert Einstein

    Morando em bairro luxuoso de SP e um pouco mais magro: web repercute paradeiro de Queiroz

    © Foto/ Rovena Rosa
    Brasil
    URL curta
    Por
    14312
    Nos siga no

    O ex-motorista e assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, que se envolveu em um escândalo de movimentação de R$ 1,2 milhão, finalmente reapareceu, ocasionando um bafafá na web.

    Tudo começou com a divulgação de um relatório do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), que apontou movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em uma conta no nome de Fabrício José Carlos de Queiroz. Na época, Queiroz trabalhava como assessor parlamentar do deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro, primogênito de Jair Bolsonaro.

    Dentre as transações, havia uma de R$ 24 mil destinada à primeira-dama Michelle Bolsonaro. Em defesa da mulher, o presidente Jair Bolsonaro declarou se tratar de pagamento de parte de uma dívida que Queiroz tinha com ele.

    Em 12 de janeiro, Queiroz, que sofria de câncer na época, postou um vídeo dançando no hospital enquanto se recuperava de uma cirurgia. Foi a última vez em que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi visto, até hoje (30).

    A revista Veja publicou nesta sexta-feira (30) uma reportagem sobre o paradeiro de Fabrício Queiroz. De acordo com a revista, Queiroz está morando em um bairro de luxo de São Paulo, o Morumbi, que é onde fica o famoso Hospital Albert Einstein, onde ele segue tratamento contra câncer de cólon.

    Na reportagem é citada uma pessoa próxima a Queiroz, que teria dito que a cirurgia feita em janeiro não resolveu o problema e que a saúde dele estava pior. Nas imagens de segunda-feira (26), publicadas pela Veja, Queiroz surge um pouco mais magro, mas sem aparência debilitada.

    Já na web, há meses uma pergunta vinha sendo feita: "Onde está o Queiroz?" Obviamente, internautas não deixaram de se posicionar sobre o paradeiro do ex-assessor de Flávio Bolsonaro.

    O político Guilherme Boulos acentuou que Queiroz não foi encontrado pela Polícia Federal de Sergio Moro, ministro da Justiça do Brasil.

    ​Qual vai ser a reação de Flávio Bolsonaro?

    ​É sugerido o "segredo do sucesso" de Queiroz.

    ​Internauta quer saber "como um motorista consegue movimentar tanta grana e viver no luxo", postando um famoso meme de Homer Simpson se escondendo em arbustos.

    ​A deputada federal Natália Bonavides (PT-RN) perguntou ao ministro da Justiça, Sergio Moro, se "vão dar um tempinho para Queiroz fugir de novo".

    ​"Acharam o Queiroz" era o assunto mais comentado nesta manhã de sexta-feira (30), com quase cinco mil tweets até o momento da publicação desta matéria.

    Mais:

    Caso Queiroz: Bolsonaro ganhará se agir como Abraão e 'sacrificar filho', avalia analista
    Flávio Bolsonaro diz que parentes de milicianos em gabinete foram indicação de Queiroz
    Queiroz movimentou R$ 7 milhões em 3 anos, diz jornal
    STF suspende investigação sobre Queiroz, ex-motorista de Flávio Bolsonaro
    Tags:
    Twitter, Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Flávio Bolsonaro, Fabrício José de Queiroz
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar