21:33 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro.

    'Não entrei no governo para sair', diz Moro em entrevista

    © AP Photo / Eraldo Peres
    Brasil
    URL curta
    763
    Nos siga no

    O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse que é "provável' que continue fazendo parte do governo de Jair Bolsonaro nos próximos quatro anos.

    A declaração foi dada durante uma entrevista feita ao canal GloboNews.

    "Possível, não, provável: eu não entrei no governo para sair. Entrei para ficar", disse Moro após ser perguntado se ficaria o período todo do mandato.

    No entanto, o ex-juiz da Lava Jato ponderou dizendo que havia muitas especulações e que "não tem destino traçado".

    "É uma possibilidade. O pessoal fica com essas especulações todas e tal. Eu odeio isso. Primeiro, o meu destino a mim pertence. Eu vou tomar minhas decisões em um momento oportuno. Eu posso simplesmente terminar esses quatro anos e ir iniciativa privada, sumir por um tempo", disse o ministro.

    Bolsonaro e Sergio Moro vem divergindo sobre alguns aspectos da condução do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Na semana passada, o presidente disse que poderia trocar o diretor-geral da Polícia Federal (PF), subordinada ao ministério de Moro. Bolsonaro ainda chegou a dizer que quem indica o comando não é o Moro.

    "Eu tenho poder de veto em qualquer coisa, senão, eu não sou presidente. Todos os ministros têm essa ingerência minha e eu fui eleito para mudar. Ponto final”, disse Bolsonaro.

    Moro também foi pergutnado se tem a intenção de disputar a Presidência da República em 2022. Para ele, parece "claro" que o candidato do governo em 2022 é Jair Bolsonaro.

    "Seria impróprio pensar de maneira diferente", afirmou Moro.

    Mais:

    Subordinada a Moro, Polícia Federal investiga finanças do jornalista Glenn Greenwald, diz site
    Moro pediu Deltan na PGR, mas Bolsonaro negou, afirma rádio
    Decisão de Moro na Lava Jato é anulada no STF
    Tags:
    Ministério da Justiça, Jair Bolsonaro, Brasil, Sergio Moro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar