14:39 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Segundo pesquisa da Universidade Federal Fluminense (UFF), a contaminação das notas de real segue o mesmo padrão de disseminação em euros e dólares

    Brasil eleva PIB em 0,4% no 2° trimestre, aponta IBGE

    © Foto/ USP Imagens/Marcos Santos
    Brasil
    URL curta
    10238
    Nos siga no

    O Brasil elevou seu Produto Interno Bruto (PIB) em 0,4% no segundo trimestre de 2019, em comparação com os três primeiros meses do ano.

    "O resultado foi puxado, principalmente, pelos ganhos da indústria (0,7%) e dos serviços (0,3%). Já a agropecuária caiu 0,4%. Na comparação com o 2° trimestre de 2018, o aumento foi de 1%", divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (29).

    Apesar do reforço da perspectiva apática da economia brasileira em 2019, o resultado ficou dentro do esperado, totalizando em um valor corrente de R$ 1,780 trilhão. Isso significa que o consumo das famílias brasileiras cresceu 0,3%.

    Além disso, o crescimento serviu para afastar o risco de entrada do país em uma "recessão técnica", caracterizada por dois trimestres seguidos de retração do PIB, segundo o portal G1.

    Após revisar a queda do primeiro trimestre, o IBGE afirmou que, ao invés da queda de 0,2%, o recuo foi de 0,1%.

    Futuro do mercado financeiro

    Analistas do mercado financeiro acreditam que o PIB possa ter uma alta de 0,80% no ano e não de 1,3%, como era estimado no início do ano, de acordo com os dados do boletim Focus do Banco Central.

    O impacto de medidas como liberação do FGTS e PIS e a perspectiva de aprovação da reforma da Previdência podem colaborar para uma melhora do consumo e da confiança no segundo semestre, segundo os analistas.

    Contudo, os próximos meses devem ser de incertezas devido à piora no cenário externo, principalmente devido à guerra comercial entre China e EUA e a situação ruim da Argentina, além dos temores de mais uma recessão global.

    Mais:

    Moeda única entre Brasil e Argentina é projeto difícil e de longo prazo, diz economista
    Brasil vence Olimpíada Internacional de Economia
    Economista: ministro se precipita ao falar que Brasil pode ser terceiro principal mercado de aviões
    Tags:
    finanças, consumo, crescimento econômico, PIB, economia, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar