13:53 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva chega à sede da Polícia Federal em Curitiba,  onde cumpre sua sentença, após ir ao velório de seu neto de 7 anos, em 2 de março de 2019.

    Após vazamento, procuradora da Lava Jato pede desculpas a Lula

    © REUTERS / Rodolfo Buhrer
    Brasil
    URL curta
    9114
    Nos siga no

    A procuradora da República, Jerusa Viecili, usou as redes sociais para se desculpar após novas revelações da Vaza Jato.

    O pedido de desculpas de Viecili foi postado em sua conta no Twitter na noite desta terça-feira (27).

    Mais cedo, o UOL publicou reportagem com mensagens de vazamentos recebidos pelo site Intercept Brasil.

    Nas mensagens reveladas pela reportagem procuradores da Operação Lava Jato ironizam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em momentos de luto nos casos de falecimento de sua esposa, Maria Letícia, de seu irmão, Genival Inácio da Silva, e de seu neto, Arthur Araújo Lula da Silva.

    Nas mensagens, os procuradores conversam sobre uso político das mortes e os pedidos da defesa para que Lula fosse aos velórios do neto e do irmão.

    A reportagem mostra comentários da procuradora após a morte do neto de Lula, que faleceu aos 7 anos após infecção generalizada.

    "Preparem para nova novela ida ao velório", teria a dito a procuradora após a notícia da morte.

    O pedido de desculpas da procuradora é endereçado diretamente ao ex-presidente Lula.

    Apesar de reconhecer que as mensagens eram verdadeiras, a procuradora afirma em outras postagens que as mensagens são "fruto de crime" e que "têm sido descontextualizadas ou deturpadas para fazer falsas acusações".

    Viecili também afirma que os procuradores nunca negaram a veracidade de parte das mensagens, mas que é "impossível recordar de detalhes de 1 milhão de mensagens em 5 anos intensos".

    Mais:

    Decisão de Moro na Lava Jato é anulada no STF
    Raquel Dodge prorroga força-tarefa da Lava Jato no Paraná por mais um ano
    Com veto de transferência de Lula, STF vai parar no Twitter como 'traidor'
    Supremo nega recurso de Lula contra Moro
    Tags:
    Luiz Inácio Lula da Silva, Lava Jato
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar