01:11 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Operação policial durante sequestro na Ponte Rio-Niterói, 20 de agosto de 2019.

    Sequestrador da ponte Rio-Niterói não tinha antecedentes criminais

    © REUTERS / Pilar Olivares
    Brasil
    URL curta
    580
    Nos siga no

    A polícia divulgou que William Augusto, de 20 anos, o homem que foi morto após sequestrar um ônibus na ponte Rio-Niterói nesta terça-feira (20) não tinha antecedentes criminais.

    A informação sobre os antecedentes do sequestrador foi publicada no site da revista Istoé.

    O sequestro foi transmitido ao vivo pela internet ao longo da manhã, inclusive o momento em que o sequestrador foi morto por um atirador de elite.

    O homem estava com uma arma de brinquedo, uma faca e ameaçou usar gasolina para atear fogo no ônibus.

    As negociações duraram 3 horas e meia antes de ele ser morto pela polícia. No total, William Augusto fez 37 pessoas reféns e deixou 6 saírem antes de sua morte.

    Após a morte de sequestrador, o governador Wilson Witzel chegou ao local de helicóptero e deu entrevista no local parabenizando os policiais pela ação.

    Mais:

    Witzel chega à ponte Rio-Niterói comemorando (VÍDEO)
    Witzel é 'oportunista diante da tragédia', diz Talíria Petrone após sequestro na Rio-Niterói
    Ex-negociador de situações de sequestro classifica operação na Ponte Rio-Niterói como 'perfeita'
    Testemunha do sequestro na ponte Rio-Niterói conta como escapou de se tornar refém
    Tags:
    Niterói, Rio de Janeiro, Wilson Witzel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar