10:07 08 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Polícia Federal em operação

    Sequestrador chileno é extraditado pelo Brasil 16 anos após prisão

    Divulgação PF
    Brasil
    URL curta
    241
    Nos siga no

    Nesta segunda-feira (19), foi anunciado que o chileno Maurício Hernandez Norambuena será extraditado do Brasil.

    Preso há 16 anos, Norambuena cumpria pena no Brasil desde 2001 devido ao sequestro de Washington Olivetto, famoso publicitário brasileiro.

    Norambuena tem duas condenações à prisão perpétua no Chile acusado de ter planejado o assassinato do senador Jaime Guzmán, em 1991, que tinha laços com o ditador Augusto Pinochet. Norambuena também foi condenado por ter sequestrado Cristián Edwards, herdeiro do principal jornal chileno, o El Mercúrio.

    O chileno, que em 1990 fugiu de helicóptero de uma prisão no Chile, estava preso na cidade de Avaré, interior dos estado de São Paulo.

    Segundo publicado pelo jornal Folha de São Paulo, Norambuena tinha pedido de extradição feito pelo Chile desde que fora preso no Brasil. A extradição fora concedida à época, porém o STF condicionou o retorno de Norambuena ao Chile a um comprometimento de não execução de condenações não previstas no Brasil - caso da prisão perpétua.

    O Chile relutava em fazer tais concessões, porém concordou com elas através de seu presidente, Sebastian Piñera. A defesa do chileno entrou com pedido de liminar para impedir a extradição.

    Mais:

    Plano macabro: como ditador Pinochet tentou usar armas químicas na América Latina
    STF decide manter Lula preso em Curitiba
    Presidente do Chile descarta mudança de embaixada para Jerusalém
    Tags:
    Augusto Pinochet, Brasil, Chile, Sebastián Piñera, Supremo Tribunal Federal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar