19:57 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio

    Bolsonaro defende soberania da Amazônia e pede que argentinos 'não retrocedam'

    © Foto / Valter Campanato/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    191319
    Nos siga no

    O presidente discursou durante a cerimônia de entrega de espadins para os cadetes.

    O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, discursou neste sábado para os cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), durante a cerimônia de entrega de espadins, em Resende, no estado do Rio de Janeiro, informou Agência Brasil.

    "As Forças Armadas, em todo o momento em que a pátria assim as requereu, não faltaram com o compromisso de lealdade ao seu povo, de cumprir a missão em defesa da democracia e da liberdade. Vocês, daqui sairão para os quatro cantos deste nosso querido Brasil, levar sangue novo a este povo. Em especial aqueles que irão para a nossa rica e cobiçada Amazônia" declarou Bolsonaro.

    ​"Nós temos compromisso com este pedaço de terra mais rico e sagrado do mundo. Não é à toa que outros países cada vez mais tentam ganhar a guerra da informação para que nós venhamos a perder a soberania sobre essa área", acrescentou disse o político.

    O presidente aproveitou a ocasião para comentar a situação política na Argentina, onde serão realizadas as eleições presidenciais em outubro.

    "A nossa missão é não deixar o Brasil se aproximar de políticas outras que não deram certo em nenhum lugar do mundo. Peçamos a Deus, neste momento, que a nossa querida Argentina, mais ao Sul, saiba como proceder, através do seu povo, para não retroceder. A liberdade não tem preço", disse Bolsonaro.

    Mais:

    Bolsonaro diz que Exército vai trabalhar em meio expediente por falta de dinheiro no governo
    'Como ator pornô, dei mais certo do que Bolsonaro no Exército', diz Frota
    Bolsonaro cometeu fraude processual ao editar decreto de armas, diz Instituto Sou da Paz
    Tags:
    militares, Amazônia, Brasil, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar