06:08 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Eike Batista

    Justiça concede habeas corpus e Eike Batista deixa a prisão

    © AFP 2019 / Frederic J. Brown
    Brasil
    URL curta
    341
    Nos siga no

    O Tribunal Regional Federal da 2ª Região concedeu neste sábado (10) um habeas corpus a Eike Batista, o magnata do petróleo e da mineração que já foi o homem mais rico do Brasil, revogando uma ordem de prisão temporária que expiraria na segunda-feira.

    Na quinta-feira, a polícia prendeu temporariamente o ex-bilionário excêntrico do Rio de Janeiro por suspeita de lavagem de dinheiro e uso de informação privilegiada no mercado de ações. 

    Promotores federais disseram que identificaram cerca de R$ 800 milhões em transações ilícitas.

    De acordo com documentos judiciais, a ordem de detenção temporária tinha como objetivo evitar que Batista contatasse outros suspeitos no caso para estabelecer uma estratégia de defesa para os testemunhos.

    Mas a juíza de apelação federal Simone Schreiber determinou que a ordem de prisão não pode ser usada como uma ferramenta para restringir a defesa ou interferir em seu depoimento policial.

    Eike está em prisão domiciliar desde o início de 2017 sob acusações separadas. No início de 2018, ele foi condenado e sentenciado a 30 anos de prisão por ter pago US$ 16,5 milhões de suborno ao ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral em troca de contratos de construção do estado.

    Mais:

    Deltan recebeu R$33 mil por palestra de empresa citada na Lava Jato
    STF articula saída de Dallagnol da Lava Jato, diz jornal
    Lava Jato respira com sofreguidão e testará no STF sua sobrevivência, diz especialista
    Eike Batista é preso pela Polícia Federal durante operação da Lava Jato
    Tags:
    Eike Batista
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar