12:16 25 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 31
    Nos siga no

    A Petrobras prometeu investir US$ 54 bilhões em projetos no estado do Rio de Janeiro nos próximos 5 anos.

    A informação foi divulgada pelo presidente da companhia, Roberto Castello Branco, durante um almoço na Associação Comercial do Rio de Janeiro.

    "Nosso foco no estado do Rio de Janeiro é exploração e produção de petróleo e gás, o que não inclui distribuição de gás e transporte. Possivelmente, usinas termoelétricas movidas a gás. Este é o foco da companhia. O foco da companhia não é industrial. Nós somos uma companhia de petróleo", disse o presidente da Petrobras, citado pela Agência Brasil.

    "A Petrobras está investindo US$ 54 bilhões – ninguém liga, ninguém presta atenção e fica até nos cobrando. Se chegar aqui uma fábrica de automóveis e resolver investir R$ 500 milhões, vai ser recebida com festa, pompa e fanfarra. Ninguém liga para os bilhões de dólares que estamos investindo", acrescentou Castello Branco.

    Ele explicou que a Petrobras pretende intensificar as atividades de exploração e de produção de petróleo e gás, até 2022. Assim, suas operações e suas refinarias, além do estado do Rio, ficarão concentradas em São Paulo e no Espírito Santo.

    De acordo com Castello Branco, o Rio de Janeiro será beneficiado com a arrecadação obtida com a produção de petróleo.

    "Eu falei, há alguns meses, para o governador [Wilson] Witzel que ele vai ser um xeique do petróleo, porque o Rio de Janeiro vai ser o terceiro maior produtor de petróleo das Américas. Em 2022, 2023, o Rio de Janeiro só vai perder dos Estados Unidos e do Canadá", afirmou Castello Branco.

    Mais:

    Petrobras investe R$ 400 milhões em pesquisas na 'Amazônia Azul' e Antártida
    Petrobras vende controle da BR Distribuidora
    Afinal, para onde vai o dinheiro da multa bilionária da Petrobras?
    Tags:
    investimento, gás, petróleo, petrobras, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar