14:23 10 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Mangueira homenageia Marielle Franco

    Justiça autoriza contratação de empresa para desbloquear celulares de suspeitos de matar Marielle

    Sputnik / Paula Magalhães
    Brasil
    URL curta
    0 32
    Nos siga no

    A Justiça do Rio de Janeiro aceitou pedido do Ministério Público carioca para que a empresa Cellebrite desbloqueie e extraia dados dos celulares de Ronnie Lessa e Élcio Queiroz, acusados pelo assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes.

    A informação foi publicada pelo jornal O Dia nesta quinta-feira (1). Os aparelhos serão periciados em São Paulo pela Cellebrite, uma empresa de inteligência de origem israelense. 

    Os aparelhos são iPhones de última geração, informa o G1. Ainda de acordo com o G1, o Ministério Público afirmou que buscou a empresa após a Polícia Civil informar não ter conseguido extrair dados dos celulares bloqueados. 

    O objetivo é buscar arquivos e recolher informações em aplicativos de trocas de mensagens.

    A vereadora Marielle Franco (PSOL) e seu motorista foram assassinados a tiros em 14 de março de 2018. Ronnie Lessa e Élcio Queiroz foram detidos em março de 2019. 

    Mais:

    Ex-deputado Domingos Brazão é citado como possível mandante do assassinato de Marielle
    Paris homenageará Marielle Franco com nome em espaço público
    Homenagem à Marielle na SP Fashion Week gera polêmica
    Caso Marielle: pescador diz que viu homem jogar armas no mar da Barra
    Tags:
    Marielle Franco
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar